segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Freud e Deus


Nem Freud explica essa misera... misera.. Misericórdia Senhor!

4 comentários:

Poemia disse...

Esta charge me chamou atenção porque sou psicóloga e cristã. Imagina o que eu ando ouvindo...Que Deus nos abençoe...

Rafael Gabriel disse...

Podia ter ficado sem essa Jr. Homofobia ainda não é crime, mas é uma atitude imoral e desrespeitosa, intolerante, desinteligente!!!
Lembrem-se que o Deus cristão também prega o respeito por todos, sem diferenciação de credo, gosto, cor de pele, enfim.

Ronaldo Júnior disse...

Pois é meu caro, a maior homofobia é entre os próprios "iguais". Como já foi te dito, e melhor, te relembrando, não tenho preconceito ou desrespeito o homossexual, e sim o ato. Há uma diferença tremenda nisso, mas quase sempre muito esquecida e opoturnamente esquecida para proveito próprio de muitos. Amo o homossexual, e não a homossexualidade. E isso sim, o amor, crieo que é a essência do Deus cristão, e não modismos e leis para alegrarem e massagearem o ego de alguns.

Rafael disse...

Não chamaria de modismos, muito menos diria que são leis para alegrar ou massagear o ego de alguns. Estamos num país laico, e como tal, uma lei anti-homofobia ou algo que o valia, nada mais é do que a consecução dos preceitos constitucionais, faz valer um direito fundamental: dignidade da pessoa humana! É um grande passo na concretização de um Estado de Direito efetivamente. A homossexualidade, ainda que criticada por muitos, é uma realidade e tem demandas sociais e políticas. Tapar os olhos para os homossexuais e seus anseios é algo desumano.